Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons by-sa 3.0. Rua_Juventude Anticapitalista, exceto quando proveniente de outras fontes ou onde especificado o contrário. 

Barueri em apuros! Juventude anticapitalista por uma cidade de todos nós!

3.7.2015

 

 

A conjuntura política de Barueri não foge do que se vê no restante do Brasil, escancarando o fato de que a política fora das capitais também merece muita atenção de nós anticapitalistas!

 

Desde o começo do ano, Barueri acompanhou as demais cidades do Brasil inteiro ao aumentar a tarifa dos ônibus e renovar os contratos com a empresa privada que opera o serviço. Assim como no resto do país, os lucros e catracas estavam garantidos, sem que a qualidade do serviço de transporte público e seu caráter de direito social estivessem priorizados. Nesse momento, vários movimentos e ativistas da cidade e região organizaram atos, e resistimos! Lutamos por transporte público na cidade, e fechamos a avenida principal e ocupamos o terminal de ônibus e estação de trem pra dialogar com a população.

 

Recentemente, a receita dos cortes de verbas do governo federal e dos governos estaduais chegou também à cidade, afetando os direitos da juventude. Barueri, que é um centro de treinamento de atletas da ginástica olímpica para o país, viu cortes de orçamento e problemas financeiros impedirem nossas ginastas de seguir com os treinos para as Olimpíadas do ano que vem. É lamentável ver que para além de todos os problemas em si dos megaeventos no país, como remoções de pessoas pra construção de estruturas gigantes e superfaturadas com dinheiro público, pro lucro da FIFA no caso da Copa e pro comitê Olímpico no das Olimpíadas, o desrespeito aos próprios atletas nacionais e ao esporte como um todo se faz tão presente. Só evidencia como esses eventos em nada contribuem para o que deveria ser central neles, o esporte, e sim escondem outros interesses. Em tempos em que a sociedade discute a redução da maioridade penal como solução pra marginalidade da nossa juventude, a secundarização do acesso público ao esporte para essa mesma juventude é mais alarmante ainda.

 

Os cortes afetam ainda outros setores, casando com avanços do pensamento conservador no país. Barueri entra na rota da retirada de direitos das LGBTs com a ameaça de encerramento das atividades da coordenadoria LGBT da prefeitura por problemas orçamentários, bem como a retirada dos debates de gênero e sexualidade no Plano Municipal de Educação. Cortar um órgão de políticas públicas LGBT da prefeitura só mostra o que nós sempre soubemos: neste sistema, são os setores oprimidos aqueles pra quem a corda arrebenta primeiro em qualquer crise, pois jamais seremos prioridades. Enquanto Brasil afora 1 LGBT é morta por dia, esta prefeitura acha razoável acabar com uma das poucas conquistas institucionais que conseguimos. Ao mesmo tempo, na câmara municipal os vereadores têm uma sanha conservadora e homotransfóbica tão cega e irracional que retiraram até mesmo a palavra "transversal" do Plano de Educação, por pura burrice, ao associar o termo com a população trans. O retrocesso que arquitetam ao retirar do Plano os debates de gênero e sexualidade é muitíssimo concreto para nós do RUA, que começamos a militar em Barueri a partir de um caso horrendo de homofobia institucional numa escola da cidade. Vimos o mesmo acontecer no ano passado na votação do Plano Nacional de Educação, e o mesmo ocorre em outras cidades do país, colocando Barueri numa rota nacional de retiradas de direitos e da vida das LGBTs. O que os vereadores e a prefeitura não entendem é que esses avanços sobre os direitos LGBT só os colocam com sangue e sofrimento inocente nas mãos, muito diretamente.

 

São tempos que pedem muita força na luta, e muita coragem para barrar esses retrocessos. A juventude de Barueri tem sentido na pele todos os ataques locais que só reverberam uma conjuntura nacional complicada. É tempo urgente de nos organizarmos e resistir, denunciar os absurdos e injustiças deste sistema e se colocar frontalmente contra quem opera estes desmandos! Seja contra os cortes de Dilma e Levy, seja contra os da prefeitura, o momento é de organização coletiva e muita luta! Nós do RUA não saíremos destas batalhas, e convocamos a todos a travá-las conosco! Sabemos quem são nossos inimigos, sabemos o que queremos, resta apenas tomar a coragem dentro de nós para barrá-los e construir a sociedade que desejamos! Um mundo de liberdade para juventude, acesso ao lazer e esporte, transporte público de qualidade e demais direitos sociais, bem como o fim de toda forma de opressão! Esse mundo é possível, mas se sonharmos e lutarmos sem arredar o pé!

 

RUA Juventude Anticapitalista - Núcleo de Barueri

Please reload

Please reload